Russomanno e o fantasma do comunismo no movimento negro

Celso Russomanno seguiu a lição do cantor e compositor Roger Moreira, do Ultraje a Rigor.

E viu em uma homenagem da Prefeitura de São Paulo ao movimento negro um “símbolo comunista”.

Para lembrar o dia da consciência negra, em 20 de novembro, a Prefeitura colocou imagens de punhos cerrados no semáforo dos pedestres.

Para Roger, punhos cerrados é símbolo comunista.

E Celso Russomanno, que endossou o fantasma do comunismo, disse ainda que o ato é vandalismo.

“Lutarei para que atos de vandalismo como esse aqui não ocorram novamente e para que não fiquem impunes”, disse no twitter. As informações são do UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *