Ódio: Condenados por matarem achando que vítima abraçando irmão formava casal gay

3 homens foram condenados à prisão esta semana por acreditarem que dois irmãos se abraçando na rua formavam um casal gay. Eles mataram um deles. O outro sobreviveu ao ataque.

Adan Jorge Araújo Benevides (26 anos de prisão), Adriano Santos Lopes (9 anos e 3 meses) e Douglas dos Santos Estrela (14 anos) foram condenados pela Justiça de Camaçari (52 km de Salvador) por homofobia.

Segundo o Bahia.ba , os irmãos José Leonardo da Silva e José Leandro da Silva saíam de uma festa junina abraçados, em 24 de junho de 2012.

Segundo o Ministério Público, os condenados pelo crime avançaram contra os irmãos com faca, socos, chutes e pedras. Leonardo morreu deixando a mulher grávida de 4 meses; Leandro teve o maxilar quebrado em 3 lugares e quase teve o olho esquerdo perfurado.

Os irmãos tinham 22 anos na época do ataque.

Deixe uma resposta