França, Bélgica e Itália suspendem tratamento com hidroxicloroquina

França, Itália e Bélgica se mobilizaram para interromper o uso da hidroxicloroquina para tratar pacientes de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, devido às dúvidas sobre a segurança do remédio contra a malária, informa a Reuters

A França cancelou nesta quarta-feira um decreto que permitia que médicos de hospitais ministrassem o remédio, e a Agência Italiana de Medicina (AIFA) suspendeu a autorização de uso da hidroxicloroquina contra a Covid-19 fora de testes clínicos.

Deixe uma resposta