Boletim exalta secretário mas esquece educação em Maceió

A execução dos serviços públicos deve ser em caráter impessoal. Ou seja: nada de qualquer propaganda pessoal.

Não funciona assim na Secretaria de Educação de Maceió.

Em boletim de 10 páginas, pagos pelo contribuinte, existem 36 fotos coloridas, todas com o secretário.

A equipe é um mero detalhe. E o prefeito JHC sequer aparece.

A justificativa é visita às escolas.

Mas parece revelar desejos eleitorais do secretário recém empossado.

Dinheiro publico deveria ser coisa sagrada.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *