Após queda de Decotelli, dois ministros na ‘linha de tiro’ de Bolsonaro

Carlos Decotelli caiu do Ministério da Educação, após mentir a respeito de informações em seu currículo acadêmico, Jair Bolsonaro é pressionado a demitir Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores).

Ambos, segundo o Estadão, afastam investidores externos e são vistos como contribuintes da péssima imagem do Brasil no exterior.

Segundo o Estadão:

A condução da política ambiental de Salles é apontada como um empecilho para acordos comerciais bilaterais e, até mesmo, para que o País receba investimentos externos. Na semana passada, um grupo formado por quase 30 fundos de investimento com US$ 3,7 trilhões exigiu que o Brasil freie o crescente desmatamento no País.

Deixe uma resposta