Bolsonaro mostra- mais uma vez- quem manda na Polícia Federal

“[Sobre o] Hackeamento do acervo do STJ: alguém entrou, pegou tudo, guardou e pediu resgate. É o Brasil. A Polícia Federal entrou em ação imediatamente, tive informações do diretor-geral da PF [Rolando Alexandre de Souza]. Já descobriram quem é o hackeador. O cara hackeou e não conseguiu ficar duas horas escondido?”.

Em sua live semanal, Jair Bolsonaro falou sobre os que bloquearam as bases de dados do STJ.

Um assunto aparentemente inofensivo. Mas não é.

Primeiro, o diretor da PF repassou informações a Bolsonaro sobre investigações em curso.

Por que?

Segundo, quem anunciou o rastro do hackeador foi o presidente da república não o diretor da PF nem o ministro da Justiça.

Explicação: o recado é claro. A PF tem dono e cabresto.

As provas estão aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *