BLOG

Promotor pode ser demitido por agredir esposa, que se matou

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aceitou abrir procedimento para saber se houve infração disciplinar do promotor Sidrack Nascimento, acusado de empregar violência emocional, moral e física contra a esposa Martha Nascimento, que cometeu suicídio com a arma do promotor, dizem as investigações da polícia.

Após a morte da vítima, a irmã dela conseguiu fazer o backup das mensagens compartilhadas por Martha através do Whatsapp. Nelas, Martha mostra a várias pessoas histórias de agressões além de fotos de violência física.

Em crises de ciúmes o promotor chegava a apontar a arma para a vítima.

Um dia antes de morrer, Martha falou com sua psicóloga sobre as ameaças. Neste mesmo dia compartilhou fotos com outra pessoa das agressões. A promotora Fernanda Moreira, irmã de Martha, recebeu mensagem dela denunciando estar trancada no banheiro e o marido ameaçando-a com arma de fogo.

O procedimento aberto contra Sidrack Nascimento no CNMP pode gerar a demissão do promotor.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR