BLOG

Não quero falar de ontem

Hoje eu não quero falar de ontem, mas estou admitindo que amanhã ainda será dia de lutar politicamente por uma sociedade viva!

Cada ponto do nosso país com seus próprios avanços e retrocessos nos sirvam de motivação para o estudo pausado, contínuo e perseverante no campo das políticas sociais.

Sim, nós ainda sabemos pouco sobre as bases históricas desse chão. Mas não podemos abdicar de pisar nele e sobre sua matéria construir nossas vidas e relações.

Se o grande propósito democrático é exercitar escolhas, foi possível ver que democracia não se encerra neste ato.

Aos que estão em festa, que celebrem! Aos que estão em luto, que sejam respeitados e acolhidos! Aos que nem sequer sentiram o que aconteceu e seguem afogados na indiferença, nosso acompanhamento e análise. Eis o feixe de elementos atuantes que temos para fazer história!

Se tivesse que escolher um ponto de amparo, escolheria a humanização para dela seguir extraindo informações e aprendizados relativos ao caminho que temos para seguir.

Hoje eu não quero falar sobre ontem porque na verdade não há cisão temporal, é sempre história o que estamos vivendo.

A partir desta compreensão nunca nos faltará o que fazer.

 

VEJA TAMBÉM

3 respostas

  1. Excelente, Ana! Parabéns! Exato! “Aos que estão em festa, que celebrem! Aos que estão em luto, que sejam respeitados e acolhidos! Aos que nem sequer sentiram o que aconteceu e seguem afogados na indiferença, nosso acompanhamento e análise. Eis o feixe de elementos atuantes que temos para fazer história!” Grande beijo, Rosane!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR