BLOG

Lira deve assumir presidência para sancionar orçamento e preservar Bolsonaro de impeachment

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), é cotado a assumir a presidência da República para preservar Jair Bolsonaro de cometer crime de irresponsabilidade, segundo apurou o Estadão.

O orçamento tem de ser sancionado até 22 de abril. Bolsonaro se afastaria temporariamente, assim como seu vice Mourão, para a sanção do orçamento.

Problema é que a peça foi aprovada pelo Congresso com prioridade para as emendas parlamentares, reduzindo o montante para a execução das despesas obrigatórias.

Na prática, o orçamento fica sem execução, colocando Bolsonaro na linha do impeachment.

Mas, Lira enfrenta um impasse para assumir a presidência da República: é suspeito, mas não réu, por corrupção passiva, o que pode gerar entendimentos divergentes com o STF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR