Vicissitudes da vida, por Maria Alice

Julgar sem conhecer, querer mais do que dar.

Amar sem perdoar, gostar sem contragostar.

Habeas corpus sem justiça.

Prestígios sem valores.

Mandar quem pode obedecer quem não tem juízo!

Fofoca em rastro de pólvora, o trabalho consagrado ao ócio, trabalhador crucificado em força motriz, malquistação pela justiça, casamento sem maior bem, mortes em nome da legitima defesa, sertões de lamentos, mistura entre dádivas , friezas, e perversidades.

Amor de Deus pregado na marra, conversão feita diplomacia social, carimbo de Deus para subjulgar aos irmão, o povo condenado a força de trabalho para servir ao senhorio como descreve as bulas.

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *