Repórter Nordeste, 10 anos

Este portal completa, neste 2 de maio, 10 anos. Começamos como Repórter Alagoas em 2 de maio de 2011. A marca mudou em 2017. Viramos Repórter Nordeste.

Assistimos a muitos projetos nascerem e morrerem neste período. Ter o jornalismo como atividade principal na defesa da democracia e pondo a informação como diretriz são desafios diários de reinvenção, principalmente na era das fake news, de mãos dadas com as redes sociais.

Mas, fomos um dos primeiros meios de comunicação independentes a surgir em Alagoas quando independência significava, na linguagem do senso comum e errada, militância inconsequente, partidarismo fanático, jornalismo marrom.

Pomos a informação acima de tudo; mostramos que apurar conteúdos de forma objetiva era referencial a ser preservado. Nossa estética desagrada setores políticos mais conservadores e mais progressistas. Sabemos que a democracia significa também discordar das opiniões hegemônicas.

Resultado: nosso jornalismo profissional pautou e pauta a imprensa local. Sites, TVs, blogs, assessorias, assessorados, gente do poder e os despossuídos nos acompanham diariamente. O Repórter Nordeste é um portal respeitável, influente.

E preservamos estes valores. É militância no jornalismo? Que seja. É atual falar de jornalismo, soa quase como provocação. Mas falamos dessa ciência essencial, o ódio do alto não nos abala. Contra a agressividade, nosso amor pela vida.

Nosso vício de escrever e falar prevalecem.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *