Prefeitos do PP ameaçaram debandada, se Bolsonaro entrasse no partido

Arthur Lira recebeu o recado dos prefeitos, na época em que se discutia a entrada de Jair Bolsonaro no PP: caso isso acontecesse, haveria debandada destes gestores, preocupados com o ônus da filiação presidencial. Afinal, Bolsonaro atrairia poder, prestígio e impopularidade. Muita impopularidade.

Agora se discute a filiação dele ao PL, o que alivia os prefeitos do PP mas não os constrange menos: a pedido de Arthur, os pepistas devem pedir votos para a reeleição de Bolsonaro.

“Bolsonaro é um maluco mas eu sou do PP e tenho de pedir votos para ele, em nome do meu compromisso com Arthur Lira”, disse ao blog um prefeito alagoano. “Não tenho saída: é Bolsonaro 2022 ou a quebra da minha palavra”.

Compromissos também são algemas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *