BLOG

O alívio está na solidariedade

A vida continua ensinando o quanto mais vale um ato silencioso do que mil falácias. A pandemia tem mostrado na íntegra a importância da solidariedade para o sustento da vida, ainda que seja em pequenos gestos.

Desde a doação de máscaras a alimentos, pequenas ajudas financeiras e até o gesto humanitário de ouvir um desabafo, tem feito a diferença em histórias isoladas, que fazem parte do momento caótico, que desaloja milhares da zona de estabilidade na qual estavam habituados a transitar.

Sofrer não é romântico. Auxiliar alguém hoje é saber que a vulnerabilidade pode nos alcançar em qualquer trecho da estrada, e amanhã poderemos ter a alegria de ser auxiliado por outro alguém, que esteja na rota de sobrevivência.

Não haveremos de estagnar apenas na raiva, indignação e repulsa coletiva ao desfecho de um governo genocida, quando ao redor de nós existe alguém em maior expressão de fraqueza nesta hora.

Seja solidário dentro das suas possibilidades de atuação.

Os cuidados para com a vida prescindem bandeiras partidárias e até mesmo os direcionamentos ideológicos, que são sempre influenciados por convicções de poder.

Poder amar alguém nos rostos de milhares é conquista sutil do espírito.

Por amar a coletividade, ajude quem esteja mais perto, e este ato reverbera esperança sobre o todo.

Cuidando sempre seremos cuidados.

VEJA TAMBÉM

Uma resposta

  1. Seus amorosos e ativistas comentários, sempre são bálsamos para a minha alma, estimulando ao bem. Grato sempre pelos seus escritos. Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR