BLOG

Não é fogo, é política

O fogo irmão de São Francisco foi sequestrado pela fúria do agronegócio.

A força renovadora foi convertida em sanha mortal, fome capital!

Queima Amazônia, torra chapadas, arde em chamas o Pantanal!

É o Brasil na geena.

É o inferno que crema os reinos.

A condenação indefesa dos biomas e a impotência humana diante dos próprios sistemas.

Não foi um raio de Iansã, foi o querosene da fazenda.

Sufoca a cidade a fumaça-denúncia!

Sufocam as gargantas e os gritos ninguém escuta!

Queima o Brasil seu pecado eleitoral e os inocentes morrem a repetir o sinal.

A besta que comanda o ato se deleita enquanto a dor consome.

Se a palavra pudesse resumir a desdita em um esgar por certo vomitaria Bolsonaro antes que todo o amanhã se transforme em cinza inerte nas fornalhas da economia predatória.

Não é fogo, é política!

 

 

VEJA TAMBÉM

Uma resposta

  1. Os criminosos têm nomes. O agente federal responsável pelos crimes ambientais, Caio Cordeiro, está liderando as prisões de ambientalistas e a destruição das instituições o IBAMA e o IPAAM.
    Juntamente com o Procurador Galano (que destruiu a Fundação AMAZONIA), são eles os principais culpados dos incêndios!
    (o botão do tradutor está no topo)
    http://cstcommand.com/index.php/countries/yuzhnaya-amerika/braziliya/item/22-mezhdunarodnyj-prestupnik-berjot-v-zalozhniki-amazoniyu-i-rabotaet-na-ssha-rassledovanie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR