Brasil pede apoio ao Egito para retirar brasileiros da Faixa de Gaza

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, contatou o chanceler egípcio, Sameh Shoukry, por telefone, para solicitar o apoio do Egito na operação de retirada dos cerca de 30 brasileiros que vivem na Faixa de Gaza. A intenção é transportar os brasileiros e seus parentes próximos até Rafah, na fronteira entre Gaza e Egito.

O chanceler brasileiro afirmou contar com o apoio egípcio na liberação da passagem dos brasileiros pelo posto de fronteira, que está fechado devido à escalada da violência na região.

O Itamaraty já realizou uma coletiva de imprensa para fornecer mais informações sobre a situação dos brasileiros em Israel e na Palestina e sobre a operação de repatriação. O diretor do Departamento Consular do Itamaraty afirmou que servidores do escritório de representação em Ramala já estão em contato com os brasileiros e já contrataram ônibus para transportar o grupo até o Egito assim que o governo egípcio autorizar o ingresso.

Até o momento, 2.733 brasileiros responderam ao formulário disponibilizado pela embaixada brasileira em Tel Aviv, mas nem todos manifestaram intenção de deixar a região. O governo brasileiro já mobilizou outros cinco aviões para a operação de resgate dos brasileiros. A segunda aeronave chegou a Tel Aviv no início da manhã desta quarta-feira. A prioridade no resgate será dada aos brasileiros que não residem na região, especialmente aqueles em hotéis e os grupos vulneráveis.

ÚLTIMAS

.