Alma alagoana, por Maria Alice

Disforme a liberdade de pensar em prol do bem comum…

Conforme o controle de quem pode mandar…

A reengenhosidade democrática, que faz do espaço de escolha prisão a subjetividade, em vão!

Esta sobressalta e rompe a vastidão do poderio…

Somadas a outras vozes intersubjetivam a liberdade!

Afrontando as almas tacanhas que fazem do sangue derramado seu bel-prazer bem deleitado…

Alçam voos , não há selas que lhes parem…

Nossa remissão ocorre em nosso íntimo, que grita por valores e transformação, que brotam do coração para vida!

Escrevendo as sonhadas linhas de esperanças para uma nova história, sem omissão, submissão ou covardia , contudo de ousadia!

Liberdade ainda que tardia!

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *