Vivo reformula programa de voluntariado e mobiliza colaboradores em ações online, que beneficiarão cerca de 45 mil pessoas em 50 cidades

Até o dia 13 de novembro, colaboradores poderão doar período de trabalho para realização de ações digitais voluntárias, que beneficiarão 64 instituições no país

Há mais de 15 anos, a Vivo mobiliza anualmente milhares de colaboradores em ações de voluntariado no tradicional “Dia dos Voluntários Telefônica Vivo”, projeto que beneficia pessoas de todo o país. Este ano, com as medidas de isolamento social, a empresa reformulou a iniciativa e faz, pela primeira vez, a Semana dos Voluntários, que beneficiará 64 instituições em 50 cidades diferentes com ações de voluntariado online. Entre os dias 7 e 13 de novembro, cada colaborador pode participar de até quatro ações, entre doações – de livros, objetos e campanhas de crowdfunding – e atividades de capacitação, como palestras sobre carreira e mercado de trabalho; recreação, como contação de histórias, jogos online interativos e lives musicais; conteúdo, especialmente sobre comunicação e uso de redes sociais das instituições; e atividades manuais, como produção de brinquedos ou bijuterias, que serão enviadas posteriormente às instituições. Em Alagoas, a instituição beneficiada será o Lar de Idosos São Vicente de Paulo que atende adultos e idosos em Maceió.

Os colaboradores se dedicarão, principalmente, a instituições que atuam na área de educação, público prioritário da Fundação Telefônica Vivo, assistência social, inclusão de pessoas com deficiência e saúde. No estado de São Paulo, participarão organizações das cidades de Campinas, Guarulhos, Mauá, Osasco, Santo André, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Santos e Ribeirão Preto. Ainda na região Sudeste, a Semana dos Voluntários estará presente em Belo Horizonte (MG), Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ) e Uberlândia (MG). No Nordeste, participam Aracaju (SE), Feira de Santana (BA), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Natal (RN), Recife, (PE), Salvador (BA), Teresina (PI) e Vitória da Conquista (BA). Na região Norte, serão beneficiadas instituições em Belém (PA), Boa Vista (RR), Imperatriz (MA), Macapá (AP), Manaus (AM), Marabá (PA), Palmas (TO), Porto Velho (RO), Redenção (PA), Rio Branco (AC), Santarém (PA) e São Luís (MA). No Centro-Oeste, participam Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Goiânia (GO). Na região Sul, as cidades de Blumenau (SC), Caxias do Sul (RS), Chapecó (RS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Maringá (PR), Passo Fundo (RS), Pelotas (RS), Porto Alegre (RS) e Santa Maria (RS).

Em 2019, o programa de voluntariado já oferecia ações digitais, de forma remota ou à distância durante do ano, mas a maioria delas estava focada em intervenções presenciais. Este ano, as ações digitais foram ampliadas e serão utilizadas, principalmente, o Game do Bem, uma plataforma gamificada voltada exclusivamente para missões de voluntariado digital, e Portal dos Voluntários, que centraliza as iniciativas sociais em apoio às instituições apoiadas pelo programa ao longo do ano e organizadas pelo comitês. “Realizar o programa em formato online ampliou a nossa capilaridade. As ações digitais possibilitam que ainda mais colaboradores possam participar, especialmente pela flexibilização de horários e mobilidade, além de nos trazer mais agilidade, alcance e novas oportunidades. O novo formato foi essencial para manter nosso apoio às instituições nesse ano tão desafiador”, explica Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo.

O programa de voluntariado é administrado pela equipe da Fundação Telefónica global, com sede em Madri, e promove a ação social das pessoas ligadas ao Grupo Telefónica que desejam contribuir com parte de seu tempo, de suas habilidades e de seus recursos para beneficiar a comunidade e os grupos menos favorecidos. O Programa de Voluntariado da Fundação Telefônica é hoje uma das principais iniciativas de voluntariado empresarial do mundo, com mais de 39.000 participantes ativos e mais de 976.000 beneficiados. Cada país por meio de sua Fundação realiza seu próprio programa de voluntariado corporativo, levando em consideração as características e necessidades específicas de cada país, nos campos da educação e das crianças, do voluntariado digital, da inclusão social, dos cuidados com pessoas com deficiência, cuidados ambientais, cuidados de saúde, empregabilidade e empreendedorismo.

O programa acontece em 26 países onde há equipes do Grupo Telefônica. No Brasil, o principal diferencial é a estratégia de gestão do programa por meio do modelo de governança, que é formado por comitês de voluntariado, que participam de todo o processo: escolha das instituições que serão beneficiadas; definição e execução do projeto e engajamento dos demais colaboradores. Este ano, foram formados 63 comitês de voluntariado que recebem todo o suporte da Fundação ao longo de todo o ano.

No Brasil, o programa também realizou esse ano outras iniciativas que estimularam os colaboradores a realizar ações de voluntariado. Por meio do “Resgate Solidário”, os colaboradores realizaram missões no Game do Bem e, ao resgatar pontos, o prêmio digital foi convertido em doação em dinheiro para 29 instituições já apoiadas pela Fundação Telefônica Vivo, totalizando uma doação de R$ 530 mil. A plataforma Vivo Valoriza, voltada para os clientes, também esteve engajada e, por meio de troca de pontuação dos clientes, a empresa arrecadou R$ 20 mil, doados para a instituição APAE Brasil. Um grupo de voluntários também fez ligação para idosos e para jovens com deficiência, ambos de instituições já atendidas pela Fundação Telefônica Vivo, proporcionando um momento de interação social, para minimizar a solidão durante a quarentena, entre outras iniciativas.

Sobre a Fundação Telefônica Vivo

A Fundação Telefônica Vivo, responsável pelos projetos sociais da Vivo, acredita na Inovação Educativa como forma de inspirar novos caminhos para o desenvolvimento do Brasil a partir da educação. Guiada pela inovação e a disposição em contribuir para a construção de um futuro com mais oportunidades para todos, a Fundação desenvolve projetos que utilizam a tecnologia para gerar novas metodologias de ensino-aprendizagem, estimular o empreendedorismo social e o exercício da cidadania. Com mais de 20 anos de atuação no Brasil, faz parte de uma rede formada por outras fundações presentes da Europa e América Latina, integrantes do Grupo Telefónica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *