Vacina russa, rejeitada pela Anvisa, tinha sido aprovada por Comitê Científico do Nordeste

A revelação foi do governador Renan Filho (MDB), ao lamentar o veto da Anvisa à vacina Sputnik V, o imunizante russo.

Disse o governador:

A decisão da Anvisa sobre a vacina Sputnik V causa um sentimento de decepção em Alagoas e em todo o Nordeste. Com todo respeito à Anvisa, devo expressar também estranheza ao veto.
A Sputnik, já aprovada e agora mesmo aplicada em dezenas de países, tem ainda o aval do próprio Comitê Científico do Nordeste. Assim, fica difícil entender a recusa da agência brasileira nesta emergência.
Não posso sequer imaginar que a questão esteja sendo politizada, seria inaceitável. Continuarei lutando para trazer a Sputnik V. A população precisa de vacina, principalmente de agilidade do governo federal para fazê-la chegar ao braço das pessoas.
Lembrando que Jair Bolsonaro tem um embate com os governadores do Nordeste, região em que ele perdeu a eleição em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *