Vacina russa desenvolveu anticorpos em todos os pacientes testados

Com informações da Carta Capital

A vacina russa contra Covid-19 gerou imunidade sem efeito colateral, diz The Lancet.

A “Sputnik V” foi registrada no mês passado na Rússia, mas a falta de estudos publicados sobre os testes gerou desconfiança na comunidade internacional.

O relatório divulgado pela revista mostra que os resultados, referentes às fases 1 e 2 dos testes, não apresentaram efeitos adversos até 42 dias depois da imunização dos participantes.

Todos desenvolveram anticorpos para o novo coronavírus (Sars-CoV-2) dentro de 21 dias.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *