BLOG

Uma semana depois, o que podemos esperar de JHC?

É compreensível que no vale-tudo da campanha eleitoral em Maceió não havia espaço para a apresentação de projetos ou propostas factíveis a serem executadas pelo então candidato a prefeito JHC.

Só que, depois de uma semana do resultado das urnas, o agora novo prefeito está sob fascinação: não acabou a comemoração; as respostas às perguntas da imprensa (sobre suas ideias) ou suas entrevistas são vagas e mesmo assim festejadas como profecias e; temos uma crise ainda pior que a atual se aproximando da soleira da porta.

No Rio, Eduardo Paes já anunciou seu secretariado. Tudo bem, tudo bem: a cidade do Rio é bem maior, mais complexa, sua diversidade econômica impressiona e os problemas também.

Mas Eduardo Paes sabe o tamanho da encrenca a partir de 1 de janeiro de 2021.

JHC, não.

A verdade é que JHC é Governo pela primeira vez. Estava na oposição, aquela que lhe deu destaque na Assembleia Legislativa, usando documentos comprovando que uma Casa da Mãe Joana está erguida na praça Dom Pedro II em Maceió.

Como Governo, JHC ainda não sabe como agir para reter a sangria da crise nos cofres do município; seu plano de volta às aulas é vago e assusta; seu objetivo mais definido é que a Prefeitura recupere a capacidade financeira para investir-se em obras e empreiteiras para a alegria do povão- e não apenas dele.

A cova dos leões é a herança social e financeira que JHC herdará de Rui Palmeira.

Agora tudo é festa mas as exigências ao novo prefeito não tardarão. Ele ainda não saiu dos salões de luxo da Associação Comercial e ao soltar o grito da vitória estava em um hotel caro na orla de Maceió.

Rui Palmeira e Rodrigo Cunha fizeram o mesmo logo depois de eleitos- Rui na reeleição. A vitória virou isolamento para os dois. E os Renans ou os Calheiros- como queiram – nem são responsáveis por isso. Ao contrário, os dois se elegeram no enfraquecimento momentâneo do senador e do governador.

JHC venceu os Calheiros, tudo OK. E depois? O que podemos esperar do novo prefeito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR
error: Conteúdo protegido!