BLOG

Teorias de uma sobrevivente

Não me atrai pegar vias discursivas aparentemente mais fáceis de manejar para galgar alguma esfera de participação no debate da hora. Por essa razão temo guetos, olho de soslaio para modismos e me esmero em cuidados com apoios repentinos, efusões e rompantes que no final distorcem a liberdade do pensador para fidelizar clicks.

A vida na Terra é efêmera demais para gastá-la no altar da ilusão, seja em qual formato for. Eu quero a liberdade de não possuir o que tenta engaiolar a alma.

As verdades carregam forças próprias, e se pararmos um tantinho de correr em busca de acertos, poderemos sentir quando a mentira se aproxima, quando o fruto podre cai e exala o atraso em seu tempo.

Creio na reação certa das sementes.

Por mais concreta que esta materialidade existencial se me apresente, o que sou é ultramaterial, em ligações de cumplicidade e afeto com o acúmulo de substâncias que me formam, me reconheço espírito.

Esta identidade me liberta da servidão ao poder criado para cortar asas.

Preciso voar. Reconhecer as amplitudes que acolhem os caminhos e endereçam as viagens entre o equilíbrio que nos gera em sucessões de renascimentos.

Não há razão para sofrer as negações do mundo, e combater a mentira é enfrentar a mesquinhez dos açambarcadores de vida.  Isso é política.

Espírito político em atuante posição existencial nos fronts da vida, eis a ambição de quem se reconhece agora acordando do sono e como semente, busca a luz e a força da renovação.

É no silêncio que a insistência vence todas as barreiras e reluz vigor nessa imensidão.

Todas as vozes estão em nós, é preciso manejar a escolha com fidelidade infinita ao impulso de sobrevivência.

Não desisto de mim, nem de ti. Não desista de você. O tempo está ouvindo as nossas preces enquanto caminhamos com os olhos embotados de surpresas e paisagens novas construídas pela solidão. De nós para as multidões, de casa para o mundo, da Terra para a imensidão cósmica: eis a rota. Sem o eixo individual não há coletivo que nos contemple.

Cuida de você e seus amores ficarão felizes.

 

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR