Rodrigo Cunha garante CNH Social em Maceió e quer Programa beneficiando toda Alagoas

Ter uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) pode representar para muitas pessoas a garantia de um emprego como motorista, entregador ou motorista por aplicativo, mototaxista ou transportador, entre tantos outros. Mas os custos para se obter uma CNH em Alagoas são elevados, e podem variar entre R$ 1,5 mil (categoria B) a R$ 1 mil (categoria A). Diante do valor alto, como resultado, o documento se tornou inacessível à maioria da população.

Para reduzir este entrave o senador Rodrigo Cunha (União) garantiu recursos de R$ 500 mil para a implantação de um programa inovador, que foi abraçado pelo prefeito de Maceió JHC (PSB) e já está em pleno andamento: o Programa CNH Social. Iniciado em dezembro de 2021, a iniciativa oferta a custo zero o documento para beneficiários do Cadastro Único na capital, ou seja, para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, com baixa renda e que mais precisam.

Na última semana, Cunha participou do lançamento de 100 novas vagas do Programa, e anunciou sua meta de trabalho: levar a emissão da CNH de graça para todos os 102 municípios de Alagoas. “A lógica é simples: quem não pode pagar as altas taxas do Detran/AL, precisa do documento e está inscrito no Cadastro Único, vai ter direito ao benefício. Vamos isentar estas pessoas da taxa fazendo justiça social, garantindo condições de empregabilidade e ajudando a dinamizar nossa economia” afirmou o senador, pré-candidato ao governo de Alagoas.

A CNH Social é voltada a interessados pela formação de condutores nas categorias de carro ou moto. O Programa é realizado com a parceria do Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte. As aulas práticas e teóricas duram em média 3 meses, com a concessão do documento ao final da capacitação. Todo o rigor necessário à formação de motoristas é garantido nos cursos, e em Maceió a iniciativa também oferece transporte com o cartão Vamu, com o custeio do transporte dos beneficiados nos ônibus da cidade.

“E tem mais: todo o processo de seleção dos contemplados é transparente, feito 100% pela internet, com critérios objetivos e claros. Custeamos o Programa em Maceió com recursos de emendas parlamentares, mas acreditamos que todos os 102 municípios do estado podem, devem e precisam ter esta iniciativa. Por isso, vamos trabalhar muito para fazer com que cada alagoano e cada alagoana que se enquadre nos critérios e precise de sua CNH possa ter acesso a este documento, que funciona como um verdadeiro passaporte para o mundo do trabalho”, concluiu Rodrigo Cunha.

Fonte: assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.