Renan Filho autoriza campanha que cutuca Bolsonaro com vara curta

Após o Maranhão, Rio Grande do Norte, Bahia, Sergipe e Pernambuco, foi a vez de Alagoas aderir a campanha para atração de turistas sem o estímulo à exploração sexual da mulher, conforme discurso do presidente Jair Bolsonaro.

A peça da Secretaria de Turismo foi autorizada pelo governador Renan Filho que demorou a aderir ao movimento. Porque busca se acostumar a ter voz altiva a Bolsonaro, como faz Flávio Dino.

Nesta segunda-feira, governadores do Sul e do Sudeste assinaram apoio a reforma da previdência de Paulo Guedes.

Os governadores do Nordeste disseram não.

E Jair Bolsonaro segue fazendo de conta que o Nordeste não existe.

Deixe uma resposta