Prefeito JHC destaca método educativo para motoristas em respeito à acessibilidade no trânsito em Maceió

Da Secom/Maceió

O prefeito JHC participou, nesta terça-feira (20), de uma ação educativa voltada à sensibilização de motoristas que atuam no transporte público de passageiros da capital. Na ocasião, o gestor participou das três simulações, de ciclistas, deficientes físicos e visuais para vivenciar as situações que os maceioenses enfrentam diariamente.

“Essa ação gera empatia, respeito ao próximo e acessibilidade. Ficamos mais felizes ainda que os condutores que legitimaram essa ação participando de maneira especial. Essa iniciativa é um divisor de águas porque ao mesmo tempo que estamos intensificando a fiscalização estamos ofertando educação. Muito melhor quando temos uma ação coordenada, que envolve os principais atores e colocam os dois lados da moeda e eles se conectam”, expôs o prefeito.

Os rodoviários do Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió (SIMM) usaram vendas nos olhos para simular as dificuldades enfrentadas por deficientes visuais durante o embarque nos coletivos. Ainda na atividade, os profissionais vivenciaram situações enfrentadas por idosos e outras pessoas com limitações de mobilidade, a exemplo de quem utiliza muletas, deficientes físicos e visuais.

José Silvio, participou da ação com uma venda nos olhos e sentiu um pouco das dificuldades enfrentadas por deficientes visuais. “A gente perde a noção do espaço e não consegue enxergar nada, é uma sensação muito ruim. Considero que essa é formação muito importante e faz com que tenhamos mais atenção com essas pessoas. A partir de agora, pretendo redobrar os cuidados com idosos, gestantes, cegos e cadeirantes”, pontuou o motorista.

Na semana passada, no primeiro dia da atividade, 53 motoristas já vivenciaram as dificuldades enfrentadas por ciclistas e cadeirantes. Na manhã de hoje, mais 44 profissionais participaram da iniciativa.

O superintendente da SMTT, André Costa, destacou que a ideia é tornar esse tipo de formação cada vez mais frequente. “A gente só consegue ter uma verdadeira empatia pelas pessoas quando se coloca no lugar delas. Para isso, a gente precisa ver o mundo com o olhar que elas têm, ouvir o que ouvem e sentir o que elas sentem. A ideia é adotar medidas que possam resultar em um transporte com, cada vez, mais qualidade. E isso vai, para além das atividades de fiscalização, pois envolve uma série de ações integradas, inclusive de educação”, disse o titular da pasta.

Cícera Oliveira, presidente Associação de Cegos de Alagoas (Acal), também acompanhou a atividade de perto e aprovou a iniciativa. “Por meio do lúdico, com esses exemplos práticos, estamos levando para os motoristas as dificuldades das pessoas com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Com a ação eles conseguem perceber um pouco das situações enfrentadas pelo outro no dia a dia. Eu acredito muito que partir desse momento, eles terão outra atenção”, afirmou.

A ação é fruto de uma parceria da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) com o Sest/Senat Maceió e com o Sindicato das Empresas do Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb).

Sthefane Ferreira / Secom Maceió com Ascom SMTT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *