Políticos, empresários, influencer investigados por furarem fila da vacina

Políticos, empresários e servidores em 12 estados e DF são investigados pelo Ministério Público por furarem a fila da vacina.

Em Manaus, gêmeas milionárias foram nomeadas às pressas em unidade da saúde para serem vacinadas. Argumento é que estavam na linha de frente do COVID-19.

Na Bahia, o prefeito da cidade de Candiba pode ter usado a influência do cargo (famosa carteirada) para tomar o imunizante.

No Ceará, os prefeitos, vice e gestores das cidades de Quixadá, Eusébio e Juazeiro do Norte foram vacinados na frente de todo mundo..

Em Maceió, Carlinhos Maia disse ter sido chamado para a vacinação pelo prefeito de Maceió JHC que tratou o caso cono mal entendido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!