BLOG

Poema curto e renascido

Todo renascimento é feito de morte.

Por essa razão o silêncio é a melhor postura diante de alguém que recomeça.

Alguma despedida chorada está despendurada por trás das olheiras fundas de quem tenta sorrir mais uma vez.

Não há clima para aplausos, nem pesar em desmedida.

Há lugar para o silêncio em respeito a tudo que foi perdido para que caminhos novos surgissem.

Derruba esse palco ridículo que faz da dor uma performance!

Essa margem rasa de felicidade vendida não contempla quem da morte consegue fazer vibrar a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR