Piora estado de saúde de mulher trans que teve corpo queimado por adolescente

Piorou o estado de saúde da mulher trans identificada como Roberta, de 33 anos, que teve 40% do corpo queimado por um adolescente. O crime aconteceu próximo ao terminal de ônibus do Cais de Santa Rita, na região central do Recife, na madrugada de 5a.

O adolescente foi apreendido.

Roberta precisou ser intubada por apresentar a pressão arterial instável. Ela está no Hospital da Restauração.

Testemunhas dizem que o adolescente estava com Roberta dentro de um barraco. Ela é morada de rua. Em seguida, ele ateou fogo nela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *