Pátria armada: sem terra é assassinado. Motivo: era gay

Mídia Ninja

O jovem gay e camponês, de 25 anos, que residia junto de sua família na comunidade Coxilhão Santa Rosa em São José do Triunfo, foi brutalmente assassinado com dois tiros e teve seu corpo carbonizado na noite de 30 de abril . Indícios apontam que o que motivou os ataques foi a sua orientação sexual, sendo portanto crime de homofobia.

Lindolfo era um educador do campo, envolvido com a luta dos pequenos agricultores de onde se originou e carregava esta identidade com muito orgulho, se desafiou a candidatura de vereador na última eleição municipal de 2020, a qual não foi eleito, mas compartilhou com muita humildade seus sonhos e convicções de uma sociedade verdadeiramente livre.

Nos solidarizamos com sua família e exigimos investigação e punição aos assassinos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *