Orcrim usou falso veículo dos Correios para transportar drogas

Ação da Polícia Federal em São Paulo desarticulou uma organização criminosa (orcrim), acusada de traficar drogas. 12 integrantes, entre pessoas físicas e jurídicas, tiveram seus sigilos bancário e fiscal afastados, informa a Agência Brasil.

O grupo movimentou R$ 63 milhões de maneira atípica, apontam as investigações.

“Foi determinado o bloqueio dos ativos financeiros dos investigados, com limite de R$ 7 milhões para cada uma das pessoas jurídicas e R$ 3,5 milhões para cada um dos demais investigados”, diz a PF.

A droga era transportada em um veículo falsificado, com slogan dos Correios.

Durante as apurações, dois investigados foram presos com 140 quilos de cocaína. A partir daí foi possível identificar o responsável pelo fornecimento do entorpecente e por duas empresas utilizadas para fazer a lavagem do dinheiro arrecadado com o tráfico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *