Opinião: Núcleo de Combate à Corrupção de JHC nasce sem independência

Qual a independência funcional que servidores, nomeados pelo prefeito João Henrique Caldas, o JHC (PSB), terão para investigar atos de corrupção na administração do próprio JHC?

Nenhuma, por certo.

O prefeito anunciou a criação de um Núcleo de Combate à Corrupção, vinculado à Secretaria Municipal de Controle Interno, onde quase todos os servidores são comissionados, ou seja, não pertencem ao quadro permanente do funcionalismo, não terão liberdade integral, sem risco de demissão, para devassar contratos, licitações, abrir caixas-pretas, escarafuchar quem está ganhando propina às custas da viúva.

O núcleo já nasce morto. Uma de suas funções é garantir transparência na máquina pública. Por ordem de JHC não há transparência nas discussões sobre a redução da passagem de ônibus nem do passe livre. O prefeito sonega informações para a Câmara de Vereadores, boicota o Ministério Público. Não quer responder de onde virá o dinheiro para bancar os dois atos administrativos.

Na calada da noite, anunciou subsídios de R$ 2,5 milhões para as empresas de ônibus sem maiores explicações. Logo estes empresários, conhecidos ano passado como integrantes de uma máfia na SMTT.

Também não há quem saiba os motivos para o orçamento 2021 ainda não ter sido aprovado. Nem explicações do prefeito.

A sociedade tem o direito de saber. Não é pode ou não pode. É obrigação do gestor.

A atual gestão – pasmem os senhores- está caçando quem repassou a este blog a informação sobre falta de papel, impressora quebrada e falta de tinta na escola Nosso Lar.

Ou seja: o problema está em quem denunciou não na denuncia em si. Sim, há gente na Prefeitura que se submete ao ridículo.

Essa é a nova política?

Núcleo de Combate à Corrupção com a participação apenas dos apaniguados do poder é coisa de política pequena, de jogo de comadres, show particular para uma plateia de puxa-sacos, necessidades de emojis nas redes sociais.

A gestão JHC completa 100 dias no dia 10 de abril.

Esperamos mais do prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *