Internet de graça: SMTT volta a espalhar fake news

A Câmara de Vereadores de Maceió derrubou veto do prefeito Rui Palmeira (PSDB) e obriga as empresas de ônibus a instalarem internet de graça…

A Câmara de Vereadores de Maceió derrubou veto do prefeito Rui Palmeira (PSDB) e obriga as empresas de ônibus a instalarem internet de graça aos usuários do transporte coletivo.

Os donos das empresas resistem. Querem, no fundo, aumento da passagem.

Mas, a lei, da vereadora Silvânia Barbosa, diz: internet DE GRAÇA, SEM REAJUSTE no valor da viagem.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) entrou na história e disse que “passará a fiscalizar e cobrar” o serviço.

Claro, é fake news.

Existe uma lei municipal que obriga a retirada dos gaiolões (catracas altas) dos ônibus. E, descaradamente, a lei não é cumprida. Foram dados prazos para as empresas retirarem as catracas. E todos os prazos ganharam mais uma colher de chá da superintendência para as empresas. E sempre elas.

Se a SMTT não quer fiscalizar ônibus circulando de qualquer jeito, superlotados, desafiando as leis de trânsito, por que abriria uma exceção?

Quem ganha e quanto ganha com a eterna crise no transporte urbano da capital?

Por que o Ministério Público Estadual, bastante atuante em micro-prefeituras do sertão, não mostra suas carrancas contra o desmantelamento da superintendência na era Rui Palmeira?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *