BLOG

Nem todo criminoso é castigado em Alagoas

Dois assassinatos.

O primeiro é o da menina Laura, de sete anos, morta pela mãe em Rio Largo no sábado, 6 de julho.

Em menos de 48 horas a polícia alagoana prendeu a mãe, divulgou detalhes do laudo cadavérico e considera o caso encerrado.

O segundo assassinato foi em 18 de junho. Adriano de Farias Firmino Silva, de 33 anos, foi morto a tiros na cidade de Junqueiro. Crime com todas as características de execução.

Promessa do governador Paulo Dantas: seja que for o assassino, vai para a cadeia.

20 dias depois, ninguém foi preso.

 

SOBRE O AUTOR

..