Morre Eva Wilma, aos 87, de câncer

A atriz Eva Wilma morreu aos 87 anos, às 22h08 deste sábado, no Hospital Israelita Einsteins, em São Paulo, de câncer no ovário disseminado, levando a insuficiência respiratória.

Ela estava internada desde 15 de abril.

Nascida em São Paulo, Eva Wilma, conquistou aos 19 anos uma das disputadas vagas para o Ballet do IV Centenário de São Paulo, em 1953, informa o Memória Globo.

No fim dos anos 1960, chegou a fazer um teste para o filme Topázio, de Alfred Hitchcock, mas não chegou a ser escalada.

Se as portas de Hollywood lhe foram fechadas, no Brasil, tornou-se uma das grandes atrizes de sua geração, e fez sólida carreira na Globo. Na emissora, ela interpretou personagens que oscilavam entre mocinhas e vilãs, sendo as mais marcantes a Dra. Martha do seriado Mulher (1998/1999); e a perversa Altiva, de A Indomada (1997). Viveu também Íris, em Fina Estampa, novela de 2011 que foi reprisada em 2020, durante a pandemia de Covid-19 – quando a emissora interrompeu a gravação de novelas e programas de entretenimento –, e, em 2015, deu vida à Dona Fábia, na novela Verdades Secretas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *