Monitores do transporte escolar municipal garantem segurança de estudantes

O transporte escolar municipal é o principal meio para que mais de 14 mil alunos de Maceió se desloquem de suas casas até as unidades educacionais. Mas, além da locomoção, os estudantes — crianças, adolescentes, jovens ou idosos — passaram a ser acompanhados por um monitor dentro de cada um dos veículos, dentre ônibus e vans, o que garante um trajeto mais seguro para os os alunos e a tranquilidade dos seus familiares.

Maria de Fátima Santos é mãe do aluno João Victor, que utiliza diariamente o transporte escolar. Foto: Julita Bittencourt/Ascom Semed
Maria de Fátima Santos é mãe do aluno João Victor, que utiliza diariamente o transporte escolar. Foto: Julita Bittencourt/Ascom Semed

A cabeleireira Maria de Fátima Santos é mãe de João Victor, estudante do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Silvestre Vredegoor, que fica no Prado. O filho dela é um dos 20 alunos da creche que necessitam do transporte escolar, pois os pais ou responsáveis não conseguem levá-los e buscá-los por causa das suas tarefas diárias.

“Está sendo muito bom ele ir e voltar de van, principalmente, no momento, que eu não consigo chegar na hora pra pegar ele na escola ou até mesmo levar ele para assistir às aulas”, falou a mãe.

João Victor, assim como as outras crianças, são acompanhadas pela monitora Ana Paula Bonfim. “É muito gratificante trabalhar com eles. Durante todo o trajeto, eu fico conversando, o que também faz parte do aprendizado diário que nossos pequenos precisam. Eu os trato como se fossem meus filhos, tenho o maior cuidado, sempre levando todos de mãos dadas até a van e ajudando com a higienização das mãos”, contou sobre a experiência.

Mesmo com tão pouco tempo, a mãe Maria de Fátima aprova a chegada de Ana Paula e o trabalho que ela tem executado. “A monitora Paula cuida muito bem deles, não só do meu filho, e isso é o mais importante”, disse a cabelereira.

E a monitora destacou a importância do diálogo entre ela e os responsáveis. “Nós temos uma rota por onde passamos próximo das residências das crianças. E aí, eu vou avisando as mães, através de um grupo de WhatsApp, informando por onde estamos passando. É importante conversarmos, porque elas me avisam se a criança está doente, se vai para a creche ou não, para facilitar na logística”, explicou.

Diretora da creche, Maria Aparecida, e a monitora Ana Paula. Foto: Julita Bittencourt/Ascom Semed
Diretora da creche, Maria Aparecida, e a monitora Ana Paula. Foto: Julita Bittencourt/Ascom Semed

A creche atende a 128 crianças, de 2 a 5 anos, da região central e sul de Maceió. Com o auxílio da monitora Ana Paula, as crianças são entregues aos pais em segurança e conforto. Mas nem sempre foi assim, como conta a diretora da creche, Maria Aparecida.

“Antes, nem todos os pais tinham compromisso de chegar na hora certa e buscar a criança no ônibus, e muitas vezes, ficávamos preocupadas porque não tinha ninguém para entregar o aluno. Então, essa logística de ter monitor no transporte escolar está sendo ótimo. Ana Paula é muito comprometida com todos nós, pais, alunos e tem o maior cuidado”, enfatizou a diretora.

O secretário Municipal de Educação, professor Elder Maia, explica que desde agosto de 2021 o transporte escolar do Município voltou a funcionar com os investimentos realizados pela Prefeitura. Para ele, a ação é um avanço significativo na estruturação dos veículos que vão fazer o deslocamento dos estudantes da rede de ensino municipal.

“Com o aumento das matrículas e novas unidades sendo alugadas na rede municipal, ajustes e aditivos foram feitos no transporte escolar do Município. Ampliamos nossa frota em 25% para atender todas as modalidades de ensino. Nós vamos dar um grande salto no transporte escolar de Maceió”, destacou Elder Maia.

Ao todo, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) dispõe de 25 ônibus e vans próprios, além de 84 ônibus de uma empresa terceirizada que fazem a locomoção dos estudantes. O transporte dos estudantes conta com motoristas e monitores qualificados, munidos de kits de proteção individual como máscaras, álcool em gel a 70%, medidores de temperatura e tapetes sanitizantes.

Luiz Costa vistoriando alguns dos veículos da Educação que realizam o transporte escolar. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Luiz Costa vistoriando alguns dos veículos da Educação que realizam o transporte escolar. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

“Esse retorno 100% presencial dos alunos era muito esperado. E hoje a Educação conta com uma frota de mais de 100 ônibus, sendo 25 ônibus próprios e 27 vans. Então, Maceió vive um marco com a chegada de mais veículos que atendem, em média, 14 mil estudantes”, revelou o  coordenador do setor de transporte, Luiz Costa Monteiro da Cruz Filho.

“Diariamente nós realizamos limpezas, manutenções e higienizações nesses veículos, que todos contam com monitores que acompanham os estudantes, o que é muito importante”, garantiu Luiz Costa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.