Mais de 700 toneladas de tampas plásticas são coletadas pelo Tampinha Legal

Volume, equivalente a mais de 28 carretas do material, foi coletado ao longo dos 5 anos de programa. Os recursos arrecadados chegam a mais de R$ 1,4 milhão e foram destinados integralmente para as 339 entidades assistenciais participantes de todo o Brasil.

Da assessoria

O Tampinha Legal é a economia circular na prática. O programa propõe ações modificadoras de comportamento de massa a fim de aumentar os níveis de esclarecimento quanto ao destino adequado dos resíduos plásticos. Em agosto, ultrapassou as 700 toneladas de tampas plásticas arrecadadas o que equivale a mais de 28 carretas de matéria-prima. O plástico que é 100% reciclável, retorna para a indústria para a produção de novos artefatos como baldes e bacias, escovas e vassouras, prendedores de roupa e vasos de flores. São mais de 2.800 pontos de coleta distribuídos pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás e no Distrito Federal.

Segundo a coordenadora do Instituto SustenPlást, Simara Souza, com os recursos obtidos através do Tampinha Legal, as 339 entidades assistenciais participantes podem adquirir alimentos, medicamentos, equipamentos, ração animal e/ou materiais escolares, bem como custear tratamentos de saúde e consultas médicas. “É vital a participação de todos os segmentos da sociedade para que a economia circular ocorra na prática. São mãos voluntárias que compreendem a importância do nosso programa para a sociedade e contribuem para o Triple Bottom Line (sustentabilidade econômica, social e ambiental). Nos orgulhamos destes números expressivos obtidos ao longo dos 5 anos de atuação na educação socioambiental”, afirma.

Em atividade desde 2016, o Tampinha Legal proporcionou que as entidades assistenciais do terceiro setor participantes recebessem mais de R$ 1,4 milhão e está presente em vários ambientes sociais como órgãos públicos, comércio e escolas. Participam do programa entidades assistenciais do terceiro setor devidamente regularizadas como Apaes, Ligas Femininas, escolas, ONG’s, asilos, associações, hospitais, etc.

O Tampinha Legal

O Tampinha Legal é uma iniciativa do Instituto SustenPlást com o apoio do Movimento Plástico Transforma. Através de ações modificadoras de comportamento de massa, conscientiza quanto ao destino adequado aos resíduos plásticos e faz com que a economia circular ocorra na prática.
Todos os segmentos da sociedade são convidados a juntar tampas plásticas e destiná-las para entidades assistenciais cadastradas junto ao programa que busca a melhor valorização de mercado para o material.
Os valores obtidos são destinados integralmente para as entidades assistenciais participantes sem rateios de material ou repasses de valores. O programa não recebe comissões e/ou gratificações sobre o material coletado. Em 2020 ultrapassou R$ 1 milhão de reais destinados 100% para entidades assistenciais participantes.

Recentemente, lançou no RS, o Copinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destina os recursos obtidos com a venda dos descartáveis plásticos (copos, pratos e talheres) para as entidades assistenciais participantes. O Tampinha Legal atua no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Alagoas, Pernambuco, Goiás e no Distrito Federal. Em breve, será iniciado no estado da Bahia.

Em Porto Alegre, o Tampinha Legal conta com o apoio estratégico da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS. Além do aplicativo (Android e iOS) e site (tampinhalegal.com.br), onde é possível localizar várias informações tais como os pontos de coleta mais próximos, entidades assistenciais e empresas participantes, etc. também é possível acompanhar o Tampinha Legal por redes sociais, como YouTube, Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *