BLOG

Lançado ao Governo, Cunha busca antipetistas, conservadores e arrependidos do bolsonarismo

Eduardo Leite busca antipetistas, conservadores e os arrependidos do bolsonarismo para ser o nome do PSDB à presidência da República.

É a mesma estratégia que será usada para atrair eleitores a Rodrigo Cunha, numa candidatura de terceira via ao Governo.

Não é algo simples mas o Paraná Pesquisas mostra que há espaços para isso acontecer.

Alfredo Gaspar de Mendonça é quem desponta ao Governo, pelo lado da sucessão do Palácio República dos Palmares.

Veja material da assessoria de Cunha, encaminhado ao blog

*Em Maceió, Eduardo Leite fala sobre pré-candidatura à Presidência e declara apoio a Rodrigo Cunha para o Governo Estadual*

 

O governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) visitou Maceió na tarde deste sábado (17). Convidado pelo senador Rodrigo Cunha (PSDB), Leite conheceu a região dos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto, visitou o Instituto Mandaver, no Vergel do Lago, e participou de evento com correligionários e filiados do partido em uma casa de eventos no bairro do Farol. Na ocasião, Eduardo Leite falou sobre sua pré-candidatura à corrida presidencial em 2022 e declarou apoio a uma candidatura de Rodrigo Cunha ao Palácio República dos Palmares nas eleições do próximo ano.

 

Pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Leite destacou avanços de sua gestão no governo gaúcho – como investimentos em ações e obras públicas e também o ajuste fiscal da máquina pública riograndense –, posicionou-se como opção para ocupar o Palácio do Planalto e comentou o clima de intolerância vigente na política nacional, com o duelo de correntes que se rivalizam em apoio ao presidente Bolsonaro (sem partido) ou ao ex-presidente Lula (PT). “O Brasil desaprendeu a fazer política com respeito. A gente precisa respeitar as diferenças e vencer com argumentos. Não com a desqualificação dos outros. Não queremos vencer uma eleição com base nos defeitos dos outros, e sim com base em nossas possíveis virtudes”, disse Leite.

 

O governador também afirmou seu apoio a uma candidatura de Rodrigo Cunha ao Governo de Alagoas pelo PSDB em 2022, em um arco de alianças com outros partidos locais. “Rodrigo Cunha tem todas as credenciais para ser o candidato do PSDB. O senador tem a competência, a qualidade técnica e ao mesmo tempo a vontade e a disposição para ser governador. Esta é uma decisão do PSDB e dos apoiadores locais e a política precisa ser feita com esta coragem. Rodrigo Cunha tem o nosso apoio e receberá todo o nosso respaldo, assim como deve receber dos apoiadores locais em Alagoas”, disse Eduardo Leite.

 

Eduardo Leite foi recebido ainda no aeroporto Zumbi dos Palmares pelo prefeito de Maceió, JHC (PSB), pela deputada federal Tereza Nelma (PSDB) e pela vereadora Teca Nelma (PSDB). Integraram-se à comitiva em seu percurso o deputado federal Pedro Vilela (PSDB), o ex-governador Teotônio Vilela Filho (PSDB), a ex-secretária municipal e estadual de Assistência Social Solange Jurema (PSDB) e o deputado estadual Davi Maia (DEM), além de secretários municipais da Prefeitura de Maceió e apoiadores.

Uma resposta

  1. Esse Rodrigo Cunha é um engodo. Votou para que o trabalhador brasileiro perdesse vários direitos trabalhistas. É somente mais um nome novinho e de rosto jovem feito esse perseguidor de funcionário público do RS. Bando de hipócritas.

Deixe um comentário para JOSELITO Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR