Lágrimas Niggas, por Harmie Silva

O que constitui um/a Preto/Preta?

O que nos fez ser nocivos pra esta sociedade?

500 anos atrás escravo/a ainda sou
Sou animal, hipersexualidade, negrinho/a

Sou a gostosa rainha da bateria
A comissão de frente dos sonhos dos brancos
Fui forçada a deitar com meu inimigo de cor

Ainda vem falar sobre sorodidade? Não existe
Nos mulheres pretas somos dorodidade

Nossos laços são criados nas dores na maiorias das vezes
Pelo sentimento da perda do nosso filho deitado no asfalto na poça de sangue

Nós homens apenas objetos, nos tiraram o direito a sensibilidade, o amor, o verdadeiro animal de carga

Caraca Mano, hoje sonhei que descia o morro, livro de baixo do braço
Policial armado me encosta na parede dispara

Ouço o som da bala ferindo meu corpo
Primeiro pensamento minha mãe
Sinto o sangue lavar o asfalto

Ontem minha mãe mandou ter cuidado pois andamos com um alvo no rosto

Ontem foram apenas 80 tiros
Dois jovens como eu mortos 23 minutos
1 min pra minha irmã preta ser violentada

Acordei!
Lágrimas escorriam pelo meu rosto, corri pra os braços de minha mãe

Busquei na força ancestral refúgio para as agressões do dia a dia

Nunca se ouviu o soluço de dor do Preto na história do Brasil
E quando se ouviu….

Nos MATAM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *