JHC pode ser a solução para ameaça de greve dos rodoviários

Sem ouvir os principais personagens na discussão do aumento da passagem de ônibus, o prefeito JHC pode encarar, na próxima semana, uma greve dos rodoviários que tiveram reajuste salarial negado pelos empresários.

A categoria não tem aumento desde março de 2019. E foi avisada que as empresas não pagarão o ticket alimentação nem o plano de saúde, haverá corte de pessoal e atraso de salário.

A primeira ação do prefeito foi montar uma comissão para discutir a redução do valor da passagem de ônibus. Mas todos os membros ocupam postos na Prefeitura e são subordinados a JHC.

Houve um sinal de Jota para que os empresários sejam ouvidos. E não há movimento para os rodoviários serem consultados.

Está tudo errado mas os conselheiros do novo prefeito insistem que o povo é apenas um detalhe na poeira administrativa.

A prática é diferente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!