Ex-Globo critica cobertura do carnaval da emissora

A transmissão da TV Globo no primeiro dia de desfiles do Grupo Especial foi duramente criticada por muitas pessoas. Cristina Serra, ex-repórter da emissora, foi uma a reprovar a cobertura feita. Através de uma publicação feita no Facebook, ela mencionou o jogo de câmeras e questionou a falta de informações. Neste ano, o estúdio montado na Marquês de Sapucaí é comandado por Milton Cunha, Alex Escobar e Karine Alves.

“Péssima a cobertura da Globo na Sapucaí neste ano. A Porto da Pedra entrou na avenida e as câmeras ficaram fixas no primeiro recuo da bateria por longos 10 minutos enquanto a comissão de frente e as alas já estavam desfilando. Fez o mesmo com a Beija-Flor e o Salgueiro. Inexplicável”, iniciou ela.

“Trata a maior manifestação cultural do Brasil como entretenimento ligeiro. Comentários e entrevistas recheados de banalidades. Não tem repórter na avenida. Teve carro com problema, gente machucada e o público em casa fica sem saber. Tive que buscar informação na internet. Num ano com enredos tão importantes é uma cobertura desonesta e um desrespeito com as escolas e com o telespectador. Desisto”, detonou a jornalista, que anunciou sua saída da emissora, após 26 anos, em janeiro de 2018.

Cristina Serra não foi a única a criticar a transmissão da TV Globo. Durante a madrugada, internautas teceram duras criticas à emissora nas redes sociais. “É a pior transmissão da história do Grupo Especial! Vergonhoso!”, escreveu um perfil no X, antigo Twitter.

Fonte: O Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

.