BLOG

Estudantes são vítimas de Bolsonaro

Para quem está em movimento na vida, é chegada a hora de compreender o quanto é importante saber para onde está indo, ao lado de quem está caminhando, e o tipo de ondas que está fortalecendo com o caminhar.

O momento brasileiro é delicado e envolve cada um de nós em vibrações que se manifestam na forma a qual designamos vida real.

Enquanto o país transformou o acidente aéreo que vitimou uma equipe de artistas em dor coletiva chorada, canal que descarregou muitos sofreres guardados nas almas ainda que sob o ataque manipulador da mídia, outras tantas desditas já estavam sendo gestadas pelo sistema de ataque aos direitos da população, pelo modo de Bolsonaro governar este país.

Fazendo um sorteio para não encharcar o texto com excesso de desesperança, escolhemos bordar obre o golpe no ENEM.

Sim, o golpe no processo seletivo que mais abre possibilidades de estudos em nível superior nacional e internacionalmente, não ocorreu com a demissão voluntária de uma equipe desgastada pela ausência de condições reais de trabalho digno, este é o desfecho do desmonte implantado no Ministério da Educação desde que o atual governo assumiu o projeto excludente em curso.

Bolsonaro e seus ministros atuam contra a educação inclusiva, servem aos cartéis da seletividade que abocanham o país para os ricos.

Onde nós entramos nesta história?

Por todos os lados onde existam brechas, porque esta triste página de tempo está sendo escrita com o sacrifício dos sonhos das famílias brasileiras de agora.

Uma história de quebra de acessos ao curso superior significa perdas em vários campos da vida social média, e o domínio acirrado de setores por minúsculos estratos de uma classe dominante de mentalidade e atitude escravagista.

O Brasil precisa estudar! Formar profissionais qualificados como caminho de mobilidade social para estudantes oriundos da classe empobrecida. Sem este rumo não há evolução possível.

Portanto, urge avançarmos em movimentos do pensar para agir com clareza de resultados, porque a história que nos cabe pontuar está em ebulição.

Você está com Bolsonaro, apesar de todo o mal político que suas investidas geram? Então o seu lado neste front é fortalece a morte que assombra o presente e o futuro da nação.

Quem não apoia este governo e sabe a razão que tem para seguir assim, receba uma vibrante energia de irmandade e sigamos organizando núcleos de resistências pois o dia exige mais que ações individuais de repúdio, e o front é social, relacional, de esclarecimento e convencimento político para que a esperança possa raiar.

De cá, seguimos na torcida pelos estudantes, que desde 2019 sofrem inúmeras perdas e recebem desfechos de ações cruéis de um ministério mal gerido e intencionalmente contrário aos objetivos que lhe deveriam ser imanentes

O Brasil merece a vitória dos estudantes e a derrota de Bolsonaro.

VEJA TAMBÉM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR