Em meio a pandemia, vereadores de cidade alagoana aprovam reajuste nos próprios salários

Em tempos de coronavírus e com as despesas apertadas em todas as cidades brasileiras, Palmeira dos Índios, entre o agreste e o sertão alagoanos, vive tempos de fartura financeira.

Tanto que os vereadores se deram aumento de salário: vão ganhar R$ 8.700 mais R$ 2.500 de auxílio-combustível, um mimo que faz os vencimentos saltarem para R$ 11.200.

O prefeito Júlio Cezar também teve reajuste aprovado pelo legislativo mirim. Salário de R$ 27 mil. Seus secretários também tiveram aumento aprovado: R$ 8.700.

Júlio Cezar recebe nesta segunda o cambalacho aprovado pela Câmara. Vai decidir se veta ou assina.

Com o desemprego em alta e um Brasil enfrentando isolamento social por causa de uma pandemia, além de cortes nos salários dos trabalhadores da iniciativa privada, Palmeira dos Índios está em festa. Mesmo com todos os órgãos públicos fechados e escolas paradas e um hospital no aperto, o povo fica feliz ao ver seus eleitos se refestelarem com o dinheiro público.

As informações são da Tribuna do Sertão.

Deixe uma resposta