Com 155 mil mortos, Brasil não terá vacina chinesa, vetada por Bolsonaro

Jair Bolsonaro vetou a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, da chinesa Sinovac, a vacina contra o coronavirus que será produzida no Brasil pelo instituto Butantan.

Pelas redes sociais, Bolsonaro vetou a negociação levada adiante pelo Ministério da Saúde e falou em traição.

O Brasil supera nesta quarta-feira marca de 155 mil mortos por coronavirus.

O país tem milhões de comprimidos estocados de hidroxicloroquina, cuja eficácia científica não é comprovada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!