Ceará: Pico da pandemia já passou em Fortaleza, mas há risco de nova onda

A Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza disse que o pico da pandemia na capital cearense foi nos meses de abril e maio, mas as ações de isolamento devem se manter constantes até 19 de junho.

“No informe da SMS, as maiores médias da doença foram registradas entre abril e maio. No intervalo de 19 de abril a 9 de maio, a média diária de casos chegou ao máximo já registrado — com 739 novos casos por dia. Já entre 3 e 30 de maio, foi alcançada a maior média de mortos por dia, com 82 óbitos diário”, diz O Povo.

No entanto, o boletim epidemiológico ressalta que medidas de isolamento social e outras de caráter sanitário devem ser mantidas para evitar uma nova onda da doença.

Deixe uma resposta