BLOG

‘Boiada’ de Arthur Lira discute criminalizar opositores de Bolsonaro

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), segue empenhado nas reformas para entregar o Estado Zero e, agora, a proposta que deve criminalizar não apenas os movimentos sociais mas os opositores de Jair Bolsonaro.

Lira instalou na quarta a comissão especial para discutir a adoção de uma lei antiterrorista no Brasil.

Segundo O Globo, a proposta bolsonarista prevê a criação de cadastro nacional de locais vulneráveis a atentados, como pontos de alta concentração de pessoas até hidrelétricas e represas; autoriza uso de identidade falsa pelos agentes. E identificar e punir manifestantes que o Governo acredite serem perigosos.

Claro: as milícias não estão nestas ameaças.

Saiu Ricardo Salles do Meio Ambiente. A boiada, agora, fica por conta de Arthur Lira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR