BLOG

Ataque a jornalistas partiu do PSL de Bolsonaro (e é bancado com dinheiro público)

O presidenciavel Jair Bolsonaro fala com a imprensa na manhã desta quinta-feira (29) em Curitiba

O blog do Berta foi atrás de Fernanda de Salles Andrade, que escreveu o texto no site Terça Livre difamando a jornalista do Estadão Constança Rezende.

A jornalista é acusada em uma gravação de participar de um plano para derrubar os Bolsonaro.

Os jornais desmentem porque a gravação veiculada do suposto plano está editada. Mesmo assim, Jair Bolsonaro, neste domingo, usou o twitter para turbinar a mentira, espalhando o conteúdo difamatório.

Mas, quem é Fernanda de Salles Andrade?

Ela trabalha no gabinete do deputado do PSL, Bruno Engler, de Minas, terceiro mais votado do Estado, segundo apurou o blog do Berta. Recebe R$ 7,5 mil.

Essa informação é importante porque o presidente da República vem nomeando para o seu gabinete pessoas que participaram da campanha de ódio, encabeçada por ele, nas redes sociais. Começou no dia 4 de janeiro (veja aqui). E segue até hoje, com sua “máquina de linchamento virtual”.

Parece não ser diferente com os demais comandados pelo capitão, nos estados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR