Astrólogo Olavo de Carvalho quer, de volta, comando do MEC

O astrólogo Olavo de Carvalho se mexe para voltar a comandar o Ministério da Educação, após demissão de Carlos Alberto Decotelli, que substituiu (por pouco tempo) o olavista Abraham Weintraub.

Segundo Andréia Sadi, Jair Bolsonaro é pressionado pelos filhos e por olavistas a desistir de Renato Feder. Porque Renato não provou que é conservador nem que ele dará continuidade à gestão ideológica, afinada com Weintraub.

Deixe uma resposta