Arthur Lira processa Felipe Neto por insulto: “Excrementíssimo”

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), moveu uma ação contra o youtuber Felipe Neto por tê-lo chamado de “excrementíssimo” durante um simpósio sobre regulação de plataformas digitais.

No evento, Neto defendeu a regulamentação das redes sociais e criticou a postura de Lira em relação ao projeto de lei das Fake News.

Veja vídeo:

Lira pede uma indenização mínima de R$ 200 mil por danos morais, alegando que a declaração de Neto foi uma ofensa não apenas a ele, mas também à instituição que representa.

A equipe jurídica destaca que o dano moral é incalculável e exige uma reparação para minimizar a dor sofrida.

Além da ação por danos morais, o presidente da Câmara acionou o Departamento de Polícia Legislativa contra Felipe Neto devido ao comentário feito pelo youtuber.

Até o momento, Neto não se manifestou sobre o caso, pois ainda não foi oficialmente citado no processo.

ÚLTIMAS

.