Após doutorado fake, plágio em tese de mestrado de Decotelli

O novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, copiou e colou quatro trechos de outras de teses de mestrado para o seu trabalho apresentado à FGV chamado Banrisul: do PROES ao IPO com governança corporativa.

Segundo Constança Rezende, o ministro plagiou 93 páginas do trabalho de “mestrado de Kátia Valéria Araújo Melo e Rezilda Rodrigues Oliveira, apresentado em julho de 2005 – três anos antes de Decotelli”; trechos, em duas páginas, “de mestrado de Júlio César de Paiva de 2006, de título “Institucionalização da garantia do status sanitário na cadeia produtiva da avicultura de corte”.

O título de doutorado do ministro é questionado pelo reitor de uma universidade argentina.

 

Deixe uma resposta