Alagoar lança espaço com histórico de atuação com o Sebrae Alagoas

Portal ainda conta com linha do tempo recordando algumas ações do Sebrae em parceria com o setor no estado

João Paulo Macena – Savannah Comunicação Corporativa

O Alagoar, iniciativa independente voltada à preservação da memória, à difusão e à formação audiovisual em Alagoas lançou em seu portal um espaço com o histórico de atuação do Sebrae com o setor no estado: https://alagoar.com.br/sebrae-alagoas-audiovisual/. Na página, também é possível ver uma linha do tempo recordando algumas das ações e iniciativas promovidas pelo Sebrae desde 2018 em apoio ao setor.

A analista da Unidade de Competitividade e Desenvolvimento (UCD) do Sebrae em Alagoas, Débora Lima, explica a importância de registrar no Alagoar, serviço feito por realizadores locais, praticamente um acervo, algumas das ações realizadas pelo Sebrae em parceria com o setor.

“O Alagoar é um portfólio de produções audiovisuais locais e o Sebrae faz parte dessa história com ações bem importantes, embora tenha iniciado a atuação com o setor em 2018. Em conversa com a organizadora, achamos interessante colocar essa memória da atuação do Sebrae no portal para que outros produtores tenham acesso. Como estamos atuando com o foco em acesso a mercado, empreendedorismo e mostrar o audiovisual enquanto atividade econômica é bem interessante fazer parte disso”, afirma.

A idealizadora, coordenadora geral, pesquisadora e produtora do Alagoar, Larissa Lisboa, lembra que o Alagoar ainda disponibiliza formulários para cadastro de produção audiovisual, profissional, cineclube, produtora, projeto, curadoria e trabalho acadêmico. Ela também reforça a relevância da aproximação com instituições parceiras do setor.

“Buscamos sempre que possível dialogar com colaboradores que possam compartilhar informações por esses formulários de cadastro, e foi assim que dialogamos com a Débora Lima informando do espaço e do interesse em compartilhar informações sobre a ações desenvolvidas em audiovisual pelo Sebrae Alagoas”, ressalta.

A linha do tempo

Débora Lima ressalta que a linha do tempo ajuda a fazer um balanço interessante do que já foi feito até agora no projeto e já articula ações futuras. “A linha ajuda, sim, a fazer o balanço do nosso histórico de atuação. Para nós é importante ter esse apoio do Alagoar que é uma organização que tem o total interesse em desenvolver a produção audiovisual em Alagoas. Só estamos somando trazendo essa perspectiva de geração de negócios”, pontua.

Larissa Lisboa recorda algumas das iniciativas promovidas e apoiadas pelo Sebrae que incentivaram os trabalhadores da cultura, entre eles o espaço ‘Mercado da Produção’ realizado na 11ª Mostra Sururu de Cinema Alagoano, a rodada de negócios no Circuito Penedo de Cinema e o Pitching Aberto no Sebrae Startup Day.

“Esses foram momentos de convergência de profissionais do audiovisual e comunidade em geral, possibilitando contato com etapas do fazer audiovisual, estimulando diálogos, além de terem sido investimentos na difusão dos filmes e da cadeia de produção do audiovisual alagoano”, destaca.

Ela ainda complementa enfatizando que o desenvolvimento de ações por toda e qualquer instituição pública e privada na área da cultura é um investimento social e econômico, sobretudo diante de um cenário de pandemia.

“Durante a pandemia de Covid-19 foram realizados em Alagoas o Edital da Economia Criativa, Festival Dendi Casa Tem Cultura e os editais provenientes da Lei Aldir Blanc, em oposição às adaptações e reduções do mercado de trabalho devido ao fechamento dos espaços de apresentação e exibição conforme orientações e cuidados de saúde pública”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *