Acusado de arrancar orelha a dentadas continua foragido

O mecânico Deilon Rezende, acusado de arrancar a dentadas a orelha do chapeiro Guilherme Souza Santos, continua foragido. O crime aconteceu na cidade de São José da Tapera, sertão alagoano, na madrugada de 1 de outubro.

A mãe da vítima gravou um vídeo no Youtube. E pede justiça.

A cena do crime foi a lanchonete Santos Burger na avenida Elísio Maia, no Centro. Deilon chegou ao local para beber, mas avisou ao garçom que pagaria depois.

O garçom recusou a proposta e o mecânico ficou violento: ameaçou quebrar os móveis da lanchonete se não levasse as bebidas de graça. Deilon avançou no garçom, mas foi contido pelos outros funcionários da lanchonete.

O chapeiro Guilherme Souza Santos temia que a mãe dele, que também trabalha na lanchonete, fosse agredida. E ao tentar conter Deilon teve a orelha arrancada a dentadas. O acusado de praticar o crime fugiu.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *